Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tem juízo, Joana!

Entre o certo e o errado, o perdido e o achado, o dito e o não dito, encontros e desencontros, da pequenez à plenitude, entre a moralidade e a indecência. Se tenho juízo? Prefiro perdê-lo…

Entre o certo e o errado, o perdido e o achado, o dito e o não dito, encontros e desencontros, da pequenez à plenitude, entre a moralidade e a indecência. Se tenho juízo? Prefiro perdê-lo…

21
Mar21

No velho mar


EA883A96-830A-479D-B0D5-19DABE92EA4E.jpeg

“Todas nós estamos presas a compromissos em terra. Ainda assim, o velho mar chama-nos a todas. Todas teremos de regressar” in mulheres que correm com os lobos - Clarissa pinkola estés.

No velho mar, aquele lugar mágico, secreto, nas profundezas do ser, vou fazendo umas visitas. Às vezes pontuais, outras vezes mais prolongadas.

No velho mar, reconstruo-me, faço castelos na areia, de muralhas altas para me proteger. É no som do velho mar, na estrutura das muralhas que vou buscar força. Sou força. Ninguém a é por mim. É lá que escrevo os meus pensamentos, reflito as emoções, o que sou e é lá que o velho mar também as leva. Numa relação de dar e receber. Dou de mim para receber clareza, força e consistência. É lá que vivo algumas estações do ano, é lá que guardo as minhas etapas, é lá que me acolho no tudo o que fui que acompanha tudo o que sou.

Do velho mar saio reerguida, cabelos cheios de sal, cristais do meu desenvolvimento, numa pele brilhante que reluz o amor que recuperei.

Um lugar encantador, que regresso de vez em vez aos pedaços. E de todas as vezes volto inteira.

14
Fev21

Feliz dia do amor


5DF3A17B-A592-4407-ACE0-B9A51B3EF182.jpeg

Hoje é dia de falar de amor.

Que clichê, não é? Aproveitar-me do São Valentim para escrever sobre o sentimento com mais tentativas de descrição no mundo.

Mas hoje quero mesmo falar-vos de amor. Porque o mundo precisa mais dele do que o(a) vosso(a) namorado(a).

Hoje, mais do que falar de amor, vamos ser amor. Mas vamos ser para sempre!

Prometam-me! Prometam-me que vão sempre amar o próximo sem sequer pestanejar. Prometam-me que se vão ajudar, partilhar, sorrir e serão gentis.

Prometam-me que o dia do amor, será todos os dias.

Hoje quero ser o vosso Valentim e lembrar-vos que o Amor é a forma mais gratificante de se viver. E amor não é só por quem partilhamos os lençóis, é também com quem partilhamos a Terra - o nosso lar.

Por isso, em nome da Terra e de toda a humanidade, prometam-me, escolherão sempre o amor. E já agora, acrescento a empatia.

Sejam amor e empatia!

 

E tenham um feliz dia do amor, hoje e sempre!

 

Imagem: Catarina Alves - freezememories_

13
Fev21

Natureza Selvagem


E1FDD286-3F77-46C9-BB34-B2C509BD1675.jpeg

Esquecemos as nossas origens

Filhos da natureza e toda a sua coletiva

Somos linhagem desta terra

Temos cânticos nos ossos

E beleza instintiva

 

Esquecemos que somos de carne

Que movemos energia

Distraídos, no que criámos

Alheios às estrelas, aos astros,

E ao mar que também nos influencia

 

Absorvidos no caminho a percorrer

Perdemos a natureza selvagem

E a nossa identidade

Lembrem-se que,

Florescemos a partir da alma,

E através da nossa criatividade.

 

03
Jan21

Brindar a Vida


E671F698-68D0-457A-9377-372F509622F7.jpeg

Não costumo pedir desejos. Para o que eu quero, arranjo sempre um lugar. Neste ano atípico, de adversidades, diferenças e dificuldades, espremeu-se um sumo de uva que me deu bom vinho.
Duma casta peculiar, tirei o proveito de saber ser, de saber estar num corpo em paz, mais consciente. Encontrei a felicidade que vem de dentro, a que não toca peças mas seres, causas e ligações.
Fermentei o amor, na sua forma pura, fermentei o amor próprio e o amor aos outros. Fiz-me rodear das pessoas que vibram o bem, no mesmo comprimento de onda que o meu. Fiz-me em escrita, fiz-me em criatividade e descobri que tenho várias formas que gosto de ser.
O produto final, consagrou-se num bom vinho, fácil de saborear, um vinho aromatizado de sorrisos, com o sabor das pessoas que me querem bem.
E com as cores do que é amor me pinto e vou indo para 2021. Num copo cheio de tudo o que me faz sentir ardente, sorriso na cara e brindo a Vida, num universo que conspirará sempre a favor, de quem traz gratidão ao peito e a empatia nas mãos.

Feliz Vida a todos!

Mais sobre mim:

Segue-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Calendário

Maio 2021

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D