Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tem juízo, Joana!

Entre o certo e o errado, o perdido e o achado, o dito e o não dito, encontros e desencontros, da pequenez à plenitude, entre a moralidade e a indecência. Se tenho juízo? Prefiro perdê-lo…

Entre o certo e o errado, o perdido e o achado, o dito e o não dito, encontros e desencontros, da pequenez à plenitude, entre a moralidade e a indecência. Se tenho juízo? Prefiro perdê-lo…

02
Dez23

O canto da flor sem pétalas


Na penumbra do desconhecido, onde sombras dançam como versos, inicio este poema.

Sapateio ao som balanceado de um tempo que não sei se quero,

Se me engano, se me boicoto.

Dilema!

Amadureci ao compasso da Oliveira

Vi dias e noites e noites e dias

No cimo da resiliência

Tempo remoto…

 

Entre luzes e escuridões procuro-me e não me encontro,

mesmo no meio deste poema.

Sou uma flor sem pétalas,

Um pássaro sem penas,

Uma árvore sem folhas,

Sou terra, apenas.

Um céu sem estrelas,

Um deserto sem areia.

Sou cicatrizes e

Sou sequelas.

 

Das sombras nasce luz,

Na minha luz caíram sombras

Onde as memórias são favelas.

As luzes de mim se lançam

Pardacentas, águas bentas bafientas, cinzentas

Sujas pelas dores dos espinhos de rosas brancas.

Passo tempos na escuridão olhando pela única nesga que deixo aberta

O sol que de mim nasce e em mim se põe

Quero a liberdade, tudo o que é leve, livre, liberta!

Por essa nesga procuro a minha luz,

A certa!

 

A vida é um plantio,

Tanto se dá, como se tira!

Tanto escurece como clareia

Tanto é verdade como mentira

Tanto é lavradio como é apenas areia…

 

👉 Um desafio de escrita prescrito pelo meu grande amigo e escritor Carlos Palmito! 

 

21
Jan23

La vai ela…


Lá vai ela ao vento a pairar sobre lufadas de ar. Da cor de terra seca, aquela folha desprendeu-se do galho descendente do monumental e antigo Carvalho da Avenida. Não é simétrica e perdeu o aveludado, tornando-se estaladiça em virtude do pouco alimento. Desidratou, morreu e soltou-se ao vento. Está frio e uma aragem gélida, mas suave, que a vai empurrando para adiante, quando mais intensa, também a faz rodopiar, exibindo os seus contornos irregulares, com estreitos cortes quase até à nervura. Gira em torno do seu pedúnculo, numa dança com o vento, até se deixar cair silenciosamente na calçada.

-------

Um desafio proposto por Carlos Palmito: "sou uma folha ao vento, vejam como plano" tenta imaginar a cena e em narrador terceira pessoa descreve tudo o que conseguiste ver.

28
Set22

Já é outono!


3AB48426-E9EF-47A4-ADA7-2E9A80C878CE.jpeg

Tal qual um ciclo,

As folhas desprendem-se

Morrem e caiem

Acompanham-nas as primeiras gotas de chuva

Com um rasto a terra molhada e folhagem

 

Na concha das mãos levam-se frutos secos, figos, nozes e afins

As castanhas impregnam o ar

Assadas com erva doce

E água pé a acompanhar

 

Vestem-se os primeiros casacos

Ainda com o mofo da gaveta,

De uma época inteira guardados

À espera que o São Martinho apareça.

 

Os rituais das bebidas quentes,

Chá de erva-príncipe

Camomila ou lucia-lima,

Chocolate quente e cafés adoçados

São os aromas que ficam no ar

Carregado de cores terra e vermelho-alanrajados

 

E a avó cozeu os marmelos

Na avantajada e antiga panela

Aromatizou o ambiente

Com o sagrado pau de canela.


👉🏻 também o podem encontrar no #blog da @valletibooks REFLEXÕES nº 39 - 25/09/2022

📸 by: Bruno Ismael Alves

Mais sobre mim:

Segue-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Calendário

Maio 2024

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D