Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tem juízo, Joana!

Entre o certo e o errado, o perdido e o achado, o dito e o não dito, encontros e desencontros, da pequenez à plenitude, entre a moralidade e a indecência. Se tenho juízo? Prefiro perdê-lo…

Entre o certo e o errado, o perdido e o achado, o dito e o não dito, encontros e desencontros, da pequenez à plenitude, entre a moralidade e a indecência. Se tenho juízo? Prefiro perdê-lo…

11
Ago21

Poesia


6CD67063-DA9B-4E0D-AEF8-D91FD654DFC2.jpeg

Se eu não fosse corpo,

Seria poesia.

Trocava a pele por palavras,

A carne por melodia.

 

Se eu não fosse matéria,

Queria ser poesia.

No lugar dos cabelos, tinha linguagens

Na ponta dos dedos, cortesia.

 

Se eu não fosse um ser vivo,

Então, sim, seria Arte.

Despia-me das banalidades

E seria Poesia por toda a parte.

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim:

Segue-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Calendário

Agosto 2021

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D