Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tem juízo, Joana!

Entre o certo e o errado, o perdido e o achado, o dito e o não dito, encontros e desencontros, da pequenez à plenitude, entre a moralidade e a indecência. Se tenho juízo? Prefiro perdê-lo…

Entre o certo e o errado, o perdido e o achado, o dito e o não dito, encontros e desencontros, da pequenez à plenitude, entre a moralidade e a indecência. Se tenho juízo? Prefiro perdê-lo…

23
Jul20

“Amanhã às 9h”


43D5DFB8-C760-403C-8119-627E32863887.jpeg

Gostava de acordar com um sorriso, o sorriso das 9h. Às 9h a vida começa. E são 2h da manhã e, o meu sorriso, com certeza, às 9 não irá marcar presença. Mas despeço-me com um “até amanhã às 9”, com a maior leveza que existe. Uma leveza de quem não se quer deitar. Amanhã às 9h - digo, esperançosa do primeiro momento de euforia, com os nossos melhores sorrisos. Falsa euforia. Porque na manhã das 9h, nenhuma de nós levou sorrisos. Levámos bocas cheias de sono, de “bons dias” cansados e arrastados no tempo. Não há sorrisos às 9. Precisamos de tempo para despertar a alegria na alma. Mas “amanhã às 9” continua a ser pronunciado com o mesmo entusiasmo de amor. Pois sabemos que, algures depois das 9, já se vão rasgando os sorrisos da ternura e os piscares de olhos para a cumplicidade.

“Amanhã as 9”, claro, mas só depois de um balde de cafeína.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim:

Segue-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Calendário

Julho 2020

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D